Quais produtos usar para fazer skin care

Quais produtos usar para fazer skin care. Porque ter uma rotina de cuidados com a pele é essencial para manter a saúde e a beleza do rosto.

Porque existem diversos produtos disponíveis no mercado que podem ajudar a cuidar da pele, desde a limpeza até a hidratação e proteção solar. 

Neste artigo, vamos falar sobre alguns dos produtos mais comuns e recomendados para uma rotina de skin care eficiente.

1. Limpeza

Por isso saiba que a limpeza da pele é o primeiro passo para uma rotina de skin care eficaz. É importante remover todas as impurezas, porque como maquiagem, suor e a poluição, que podem obstruir os poros e causar problemas de pele. Para isso, é recomendado o uso de um sabonete facial adequado ao seu tipo de pele.

Porque se você tem pele oleosa, pode optar por um sabonete que ajude a controlar a oleosidade. Já para peles secas, é indicado um sabonete mais suave e hidratante.

2. Esfoliação

A esfoliação é um passo importante para remover as células mortas da pele e estimular a renovação celular. Ela pode ser feita uma ou duas vezes por semana, dependendo do seu tipo de pele.

Portanto é importante você saber que existem esfoliantes faciais específicos para cada tipo de pele, desde os mais suaves até os mais intensos.

Por isso é importante escolher um esfoliante adequado ao seu tipo de pele para porque assim você vai evitar irritações ou ressecamento excessivo.

3. Tonificação

A tonificação é um passo que muitas pessoas acabam pulando, mas é fundamental para equilibrar o pH da pele e remover resíduos que ainda possam estar presentes após a limpeza.

Porque os tônicos faciais ajudam a preparar a pele para receber os outros produtos da rotina de skin care. Existem toners específicos para cada tipo de pele, desde os mais adstringentes até os mais suaves e hidratantes.

Quais produtos usar para fazer skin care

4. Hidratação

A hidratação é essencial para manter a pele saudável e com aspecto jovem. Porque Independentemente do seu tipo de pele, é importante usar um hidratante facial adequado. Para peles oleosas, opte por um hidratante oil-free, que não obstrui os poros.

Já para peles secas, é recomendado um hidratante mais rico em óleos e ingredientes emolientes. Além do hidratante, você também pode usar um sérum hidratante para potencializar os efeitos.

5. Tratamentos específicos

Além dos cuidados básicos, você também pode incluir na sua rotina de skin care tratamentos específicos para as necessidades da sua pele.

Por exemplo, se você tem acne, pode usar um produto com ácido salicílico para controlar a oleosidade e combater as espinhas.

Porque se você tem manchas, pode optar por um creme clareador. É importante consultar um dermatologista para saber quais tratamentos são mais adequados para o seu caso.

Lembrando que cada pessoa tem um tipo de pele e necessidades específicas, por isso é importante adaptar a rotina de skin care de acordo com as suas particularidades.

Além disso, é fundamental manter uma alimentação saudável, beber bastante água, dormir bem e evitar o estresse, porque esses fatores também influenciam na saúde da pele.

Porque com os produtos certos e uma rotina regular, você pode conquistar uma pele muito bonita e saudável.

Quais produtos usar para fazer skin care

6.Tome banho de sol

Porque para você manter a sua uma rotina perfeita de  skin care é muito importante que você tire pelo menos quinze minutos do seu dia para tomar banho de sol.

Estudos mostram a importância do banho de sol para a saúde, inclusive para a saúde cognitiva e para produção  de hormônios.

O primeiro estudo, liderado pelo neurocientista David Llewellyn, da Universidade de Cambridge, avaliou os níveis de vitamina D em mais de 1.700 homens e mulheres da Inglaterra, com 65 anos ou mais. 

Os indivíduos foram divididos em quatro grupos com base nos níveis sanguíneos de vitamina D: gravemente deficiente, deficiente, insuficiente (limítrofe) e ótimo, e depois testados quanto à função cognitiva 

Os cientistas descobriram que quanto mais baixos os níveis de vitamina D dos indivíduos, mais impactado negativamente foi o seu desempenho numa bateria de testes mentais. Em comparação com pessoas com níveis óptimos de vitamina D, aqueles no quartil mais baixo tinham duas vezes mais probabilidade de terem problemas cognitivos.

Um segundo estudo, liderado por cientistas da Universidade de Manchester, em Inglaterra, e publicado online em Maio passado, analisou os níveis de vitamina D e o desempenho cognitivo em mais de 3.100 homens com idades entre os 40 e os 79 anos, em oito países diferentes da Europa.

Os dados mostram que as pessoas com níveis mais baixos de vitamina D apresentaram velocidade de processamento de informações mais lenta. Esta correlação foi particularmente forte entre os homens com mais de 60 anos.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *